+55 19 3288.0861
vai com medo, coragem

4 Dicas para Driblar o Medo (e Realizar seus Sonhos!)

(por Isa Gama)

SIM, o medo é real. Ou melhor, a experiência do medo é bem real na vivência de cada um de nós. Mas a boa notícia é que tem como controlar o medo e ganhar auto-confiança para agir sem ressalvas. A ação cura o medo. A indecisão, a hesitação e as desculpas o fomentam. Isso porque hoje em dia, a maioria dos medos são psicológicos: preocupações, tensões com outras pessoas, vergonhas, panico, imagem negativa de si, etc.

O medo é uma força poderosa que impede as pessoas de alcançarem o que querem. Ele é o inimigo número 1 do sucesso.

 

Coragem e “Falimento”

CORAGEM. Palavra formada da junção de Coração com Ação. É fundamental ser corajoso, sobretudo quando se trata de ir atrás dos nossos sonhos, aqueles que moram nos nossos corações!!! Mas o medo que temos do desconhecido muitas vezes nos bloqueia, e preferimos permanecer na nossa zona de conforto conhecida. Temos medo de falir, medo do que os outros vão pensar, de sofrer, de mudar a nossa vida. Enfim, somos inseguros e resolvemos não arriscar para não se decepcionar. Mas quando conseguimos superar o medo e se jogar em novas aventuras, nos sentimos vivos, realizados e satisfeitos, mesmo se houve um “falimento”. Na verdade, falimento é uma coisa boa, pois é uma ótima lição de vida. Tudo depende de como lidamos com as situações que vivemos. A nossa mente precisa estar preparada para os possíveis “falimentos”, para encara-los de maneira positiva. Quanto mais você falir, mais perto você estará de chegar ao sucesso. Só que você não pode desistir na primeira tentativa! Tem que insistir até chegar ao seu objetivo.

Por isso, agir com coragem quer dizer ter a determinação de atingir um objetivo, mesmo sabendo que falir pode ser parte do jogo. Mas se falir for encarado como parte positiva de um processo de desenvolvimento de algo maior, que seja bem vindo!!! Se o que você quer parte do seu Coração, com certeza a sua Ação vai ser corajosa e você vai ser capaz de dominar o medo, e agir com medo mesmo! Persista! Erre o quanto for preciso para você aprender a acertar. No nosso sistema de ensino tradicional, infelizmente aprendemos que errar é feio, algo a ser evitado. Mas na verdade é um método muito válido de aprendizado, que deveria ser também estimulado, para que as pessoas não aprendam a se limitar por esse medo de errar que nos paraliza!!

Por isso aí vão 4 super dicas para aprender a driblar o medo de errar, e agir com Coragem!

 

Laird Hamilton

Eu não quero Não viver por causa do meu medo do que poderia acontecer.        (Laird Hamilton, Surfista de Ondas Gigantes)

1. Finja Não ter Medo e AJA!

Como disse acima, citando David J. Schwartz, no seu ótimo livro “The Magic of Thinking Big”, “a ação cura o medo”. Se você perceber que está com medo, e conseguir entender porque está com medo, você será capaz de individuar uma ação para neutraliza-lo. Enfrentar os nossos mais profundos medos não é uma coisa fácil, mas é preciso agir, pois hesitar e remandar só irão aumentar o medo. Por isso você pode começar “fingindo” para si mesmo, usando a tecnica do “como se”. Para isso, você pode iniciar se imaginando “como se” você fosse aquilo que quer ser: “como se” você fosse uma pessoa corajosa, serena, feliz, de sucesso, com todos os seus sonhos realizados, etc.. Exercitar o “como se” é um primeiro passo para a realização das nossas aspirações porque preparamos o estado mental e físico “como se” já tivéssemos conseguido o que queremos. Assim você se predispõe a aceitar o sucesso, ao invés de continuar a se lamentar dos problemas e inventar desculpas para não agir a favor de si mesmo. Fingir “como se” nos dá força e motiva, nos colocando no caminho certo para realizar aquilo que no início era só de mentirinha.

Uma interessante anedota explica bem esta idéia:

“O general francês Turenne tinha o hábito de marchar resolutamente na primeira fila quando ele estava no fronte de batalha, e ganhou uma reputação de grande coragem. Um dia alguém felicitou-o pela sua coragem, e Turenne respondeu: “É claro que eu ajo como um homem corajoso, mas eu tenho medo o tempo todo. Claro que eu não me rendo ao medo, mas eu digo ao meu corpo ‘treme velha carcaça, mas caminha! ‘. E meu corpo obedece”

Por isso, se tiver com medo, finja ter coragem, e vai com medo mesmo! hahaha

 

2. Ache Aquilo que Você Não Pode Não fazer!

Quando encontramos dentro de nós a nossa verdadeira e autêntica razão de viver, conseguimos desenvolver uma visão pessoal sobre o porque estamos vivos sobre este planeta. Isso quer dizer se encontrar e descobrir que o que você sonha e faz com prazer e significado, é aquilo que realmente mais conta nessa vida. É aquela coisa que você sente que Não pode Não Fazer. A partir desta clareza, a vida ganha sentido e cor, e você se encontrará tão motivado a alcançar ou perseguir seus objetivos, que será capaz de enfrentar os maiores medos e inseguranças, simplesmente porque você sente que Não Pode Não Fazer o seu “chamado”. Só precisamos desenvolver a certeza de que os nossos sonhos são importantes, são o nosso modo único e insubstituível modo de contribuir com o mundo, o melhor jeito de expressar nossos dons e talentos pessoais, seja ele qual for. Citando minha mestra Marcella Danon, ao reconhecer e valorizar as nossas mais elevadas aspirações, não nos resta outra opção além de trabalhar para realiza-las, nos focalizando em atingi-las. Essa convicção é fundamental para espantar de vez os fantasmas e pensamentos negativos de que não somos capazes, de que arriscamos falir, de que não sou bom o bastante etc. Essa convicção é a chave para aumentar exponencialmente a chance de realizar os próprios sonhos. Ao achar aquilo que você não pode não fazer, você vai ter que se habituar a cultivar um tipo de atitude para enfrentar a vida que te coloca em posição de protagonista, e não de expectador, da própria realidade. 

A próxima dica dá indicações poderosas de como cultivar esse hábito de conseguir o que se quer, enfrentando o medo que temos do que os outros pensam.

 

3. Treine Sair da sua Zona de Conforto

As ações mais importantes nunca são fáceis. (…) Por sorte é possível habituar-se ao desconforto e supera-lo. (Tim Ferriss)

Tim Ferriss no seu bestseller “Trabalhe 4 Horas por Semana”, dedica uma parte do livro a explicar que os desafios nunca acabarão, e que é preciso se habituar ao desconforto de fazer coisas que a maioria das pessoas não se predispõe a fazer: sair da própria zona de conforto. Isso se refere à ser uma pessoa pró-ativa, que desafia os próprios medos e inseguranças e toma atitudes que ao invés de nos deixar confortáveis, nos coloca em situações desconfortáveis, mas que nos treina a ser alguém que ao invés de ir com o fluxo, decide pilotar a própria vida. É uma capacidade importantíssima a se desenvolver para quem deseja tomar as rédeas da própria vida e realizar o que quer. Isso inclui treinar a si mesmo a propor soluções ao invés de pedi-las, a conquistar respostas desejadas ao invés de reagir. Ou seja, “se uma pessoa quer ter uma vida não comum, ela tem que desenvolver o hábito não comum de tomar decisões para si e para os outros” (Tim Ferriss). Para realizar coisas que você nunca realizou é preciso fazer coisas diferentes daquelas que você está acostumado a fazer. É preciso se renovar, desenvolvendo a capacidade de ver as coisas de outras perspectivas, e ensinar a si mesmo novos modos de se comportar e de pensar. O autor propõe exercícios divertidos para isso. Só que eles também são muito constrangedores, pois nos colocam em situações inusitadas, que nos treinam a estar na zona de Desconforto! Isso serve para enfrentar o medo que todos temos de não se sentir a vontade, pois quanto mais conseguimos nos colocar em situações pouco confortáveis, mais a nossa mente e corpo ficam flexíveis e capazes de ir atrás do que queremos.

Aqui cito alguns exemplos do livro e meus. São exercícios potentíssimos para treinar sair da zona de conforto (ou seja, enfrentar nossos medos) e criar o novo hábito de ser o protagonista da própria história:

  • Imponha a Si Mesmo Conhecer uma Pessoa Nova: Por 2 dias (ou nas 2 primeiras ocasiões que você tiver), se concentre em puxar conversa e conhecer uma pessoa nova. Dê preferência a pessoas que você jamais imaginaria conversar, ou aquelas que te fazem sentir aquele frio na barriga ou um sentimento de inferioridade. Puxe papo, tente a ajudar com alguma coisa se interessando pelo que ela gosta de fazer. Procure perguntar quais são as suas aspirações, seus próximos projetos pessoais e quais desafios enfrenta.
  • Sorrir para Desconhecidos: por 2 dias, se dê a intenção de sorrir para pessoas desconhecidas que cruzam o seu caminho.
  • Aprender a Propor (Tomar Decisões): Essa eu uso sempre. Pode ser feita em 2 dias, mas recomendo que vire um hábito, aquele de tomar decisões. Aqui se trata de propor soluções ao invés de esperar dos outros uma iniciativa. É por exemplo dizer ao seu namorado: “o que você acha da gente ir ao cinema depois de comer no japonês?”. Ou se te perguntam, “o que vamos fazer agora?”, ao invés dos clássicos “não sei” ou “você que sabe”, proponha algo sem medo. Proponha coisas no seu trabalho, proponha um passeio com seus amigos ou família, enfim, encontre coisas que você gostaria de propor, e faça!
  • Falar NÃO: esse é ótimo para as pessoas que, como eu, tem dificuldade em dizer não. Por 2 dias, aja como uma criança e responda um não convicto para as coisas e pessoas que você tem medo ou receio de falar um não seco (sem ser grosseiro, claro). Mas não hesite.
  • Relax in Pubblico: esse exercício é para ser feito em 2 ou 3 ocasiões. Ainda não experimentei, mas to pensando seriamente de colocar em prática, pois achei bem interessante. É o seguinte: você está em um lugar público, e de repente se deita no chão por 10 segundos, sem falar nada para ninguém. Se alguém te perguntar algo, diga que só queria deitar um pouquinho pois estava cansado.

 

4. Recuse se Lembrar de Coisas Negativas e Auto-depreciativas

Essa dica é muuuito poderosa porque é uma mudança de hábito que vai te levar a agir positivamente e além de te trazer mais leveza e felicidade, irá te ajudar a conquistar teus sonhos. Isso tem a ver com como funciona a nossa mente. Quando estamos diante de um problema, é como se você estivesse perguntando à sua memória o que ela tem de conhecimento sobre o assunto. A sua memória, que funciona como um banco de pensamentos e experiências passadas, irá te trazer à tona aquilo que você está pedindo para ela lembrar. Ela irá alimentar o seu pensamento novo. Por isso se você estiver pensando porque se sente inferior aos outros, a sua memória irá tirar da caixinha aquela vez que você fez papel de ridículo, aquela coisa que você falou fora de hora, aquele dia que você tomou um fora, etc. Mas se você formular a pergunta para a própria mente de uma maneira otimizada, ela irá te procurar respostas que te ajudarão a ganhar auto-confiança e se sentir bem. Por exemplo, se você precisa tomar uma decisão importante, pergunte a si mesmo o que você pode fazer para se sentir bem seguro.

Por isso é fundamental buscar armazenar na memória somente os pensamentos positivos. Se você “se pegar” dando trela para pensamentos negativos, mude imediatamente de pensamento, relembrando eventos legais e positivos. Mude o foco. Um pensamento negativo fertilizado e relembrado constantemente, pode virar um monstro tão terrível ao ponto de te levar a uma “morte” espiritual e/ou mental e até chegar a sérios distúrbios psicológicos. Retome somente os pensamentos positivos da sua memória, e você vai ver como a sua auto-estima e auto-confiança irão crescer imensamente. Como diz David Schwartz, “você irá dar um enorme passo avante na direção de dominar o medo ao se recusar relembrar pensamentos negativos e auto-depreciativos”.

Um plano simples, mas muuuito eficaz, para cultivar o hábito de pensar e armazenar na memória pensamentos e experiências positivas é fazer um rápido balanço do dia toda noite antes de dormir. Lembre-se das coisas boas que aconteceram. Relembre das coisas e pessoas que você tem pra agradecer, mesmo uma simples comida gostosa; relembre das pequenas conquistas; pense nas razões que te fazem sentir feliz por estar vivo; pense em coisas boas que os outros fizeram.

 

Então o que você está esperando pra agir com Coragem!

 

Valeu demais!

Amor em você!

P.S.: São muito bem vindos comentários, sugestões e a tua opinião! Escreva-nos aqui embaixo e nos acompanhe no facebook https://www.facebook.com/jayainsights

There was an issue loading your timed LeadBox™. Please check plugin settings.
Tags: , , , , , , , ,

Isa Gama

0comentários

23 jul, 2015

Autoestima,  Bem Estar

Comentários

Digite um comentário

Enviar

Resolva a equação! *